Cheia Lud

Meu nome é Ludmila. Tenho 31 anos, sendo que há 8 desses descobri o esporte que transformaria minha vida, a escalada, e que essa seria minha maior ferramenta de autoconhecimento e otimização de energia (Taurina, ascendente em Áries e Lua em escorpião). Aprendi a me conectar e estar presente enquanto escalava, a confiar em mim, a... Continuar Lendo →

Nova Karen

Olá! Sou Karen Borges de Medeiros, 37 anos. Nasci em 9 de outubro de 1981, 11:00 da manhã, na cidade de Porto Alegre, RS. Libriana, ascendente em Capricórnio... sou casada há 14 anos, tenho 3 filhos... Sou nutricionista, não atuante no momento. Professora de yoga há 13 anos. Hoje estou atuando profissionalmente com minha marca... Continuar Lendo →

Cheia Ana!

Meu nome é Ana Clara, tenho 24 anos, sou capixaba moradora de Brasília e comecei a escalar há 3,5 anos. Pratico esportes desde sempre e mesmo assim sempre fui descoordenada nas atividades normais da vida como andar na rua, segurar um copo... Apesar de sempre muito dispersa, quando eu decido que vou conseguir certa coisa... Continuar Lendo →

Nova Erika

Me chamo Erika, sou cientista ambiental, artista de circo e atleta de slackline e highline. Minha trajetória sempre foi um ponto meio fora da curva, desde pequena sempre tive uma certa quedinha por altura e pelos extremos, sempre fui curiosa e gostei de explorar. Então todas as "atividades radicais" que uma criança poderia sair correndo... Continuar Lendo →

Isoladamente falando?

No universo da escalada usamos muito a palavra Isolar. Por definição, significa afastar, separar, pôr à parte. No nosso mundo, trabalhar um movimento do climb separadamente. Mas o isolar acontece em outros aspectos também. Estamos falando de gênero. E principalmente de percepção. Na escalada, e em outros esportes, existe um comportamento de aceitação da presença... Continuar Lendo →

Cheia Mara

Me chamo Mara, tenho 43 anos e escalo há 25 anos. Sou fanática por esse esporte e muito pilhada. Quem me conhece sabe que a escalada significa muito pra mim. É algo tão natural que parece uma necessidade fisiológica. Quando escalo me transformo e essa transformação é quase uma evolução espiritual. A felicidade flui facilmente... Continuar Lendo →

Crescente Branca!

CreScER, creScENTE, cheia de vitalidade e energia. Durante o período da lua crescente temos a possibilidade de, no ápice de nossa energia vital, projetar nossas intenções mais sinceras para o plano da ação. É neste momento em que nos sentimos mais preparadas e seguras de nós mesmas. Como Donzelas iremos caminhar com doçura, manifestando o... Continuar Lendo →

Confia!

Por seis anos ou mais eu tomei anticoncepcional de forma contínua. Não queria menstruar. Ao contrário das mães que conheci, depois da gravidez descobri a cólica e logo fugi da dor que eu considerava insuportável. Achava o máximo não ter ciclo. Era muito melhor do que os "leves" sintomas da bomba de hormônios que eu... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑